terça-feira, 24 de julho de 2012

AS SETE LEIS DO AMOR



O amor tem fórmula matemática. pelo menos é o que defende a médica inglesa Luísa Dillner, autora do livro, OS NÚMEROS DO AMOR ( Best seller, 304 páginas).
Em vez de achismos sentimentais, ela mergulha em pesquisas científicas para dar  respostas a questões que há séculos inquietam os enamorados. Confira:            


 1. Os opostos não se atraem. Casais de personalidades parecidas tedem a ser mais felizes.
 2. Quem transa no primeiro encontro fica mal visto pelo parceiro. Isso vale também para os homens.
 3. Fique de olho no companheiro da mesa ao lado. Até 43% das pessoas já se relacionaram com um amigo do trabalho.
 4. O rítimo da atividade sexual diminui com o tempo. Mas 94% dos celibatários gostariam de voltar a ativa.
5. Namorar à  distância tem chances de dar certo. morar junto depois desse período aumenta em 97% o número de conflitos.
6. Quem diria! A maioria das mulheres preferem homens que evitam discussões. Eles, no entanto, não veem as parceiras evasivas com bons olhos.
7. Vale a pena tentar de novo: 85% dos casamentos que recomeçam têm final feliz.


                                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário